ENCONTRO MARCADO    
VÍDEO    BIO    OBRA    CRÍTICA 
SUZANA VARGAS

Suzana Vargas ou Suzana Bisch Kfuri nasce em 28/02/1955 em Alegrete (RS) e realiza os estudos primários e secundários em Quarai, pequena cidade na fronteira com o Uruguai. Aos 18 anos, conclui a escola Normal e se casa, mudando-se para o Rio de Janeiro. Cursa a Faculdade de Letras da UFRJ, onde se forma em 1979. Durante o período da faculdade, nascem suas duas filhas (Daniela, em 1976, e Ana Paula, em 1979). Leciona Português e Literatura em vários níveis escolares. Participa da antologia Universitários: Verso e Prosa. Publica seu primeiro livro de poemas, Por um pouco mais (1979). 

No ano seguinte, começa o mestrado em Teoria Literária na mesma universidade. De 1980 a 1987, leciona em várias universidades e escolas; trabalha como revisora e tradutora e publica livros de poemas para adultos e crianças. Nessa época, também trabalha no Prodelivro – Programa de desenvolvido do Livro do MEC, coordenando os Clubes de Leitura.

Em 1988, trabalha, por breve período, na Fundação do Livro Infantil e Juvenil e na Embrafilme (mais tarde Fundação do Cinema Brasileiro). No ano seguinte, defende a tese de mestrado Leitura: uma aprendizagem de prazer, posteriormente publicada pela editora José Olympo. Na Fundação Biblioteca Nacional, para onde vai em 1990, atua como gerente do projeto Teatro do texto – leituras dramatizadas de autores brasileiros. Começam aí suas atividades como produtora cultural. Em 1993, inicia o projeto Rodas de Leitura que idealiza e coordena até 2005 no Centro Cultural Banco do Brasil no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Brasília. De 1993 a 2003, é editora da revista Poesia Sempre, da Fundação Biblioteca Nacional. Em 1996, cria a Estação das Letras, oficinas de leitura e escrita, produtora e espaço de cursos nas áreas de Literatura e Artes (http://www.estacaodasletras.com.br). Nos anos seguintes, idealiza e produz diversos eventos literários nacionais e internacionais, entre eles o I Encontro com a Literatura Híspano-Americana Contemporânea, Informes de Borges, encontros de profissionais de ensino e arena jovem para a Bienal do Livro no Rio de Janeiro, o Espaço da Leitura para a Fundação Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e a Arte da Leitura para a secretaria municipal de cultura do Rio de Janeiro.

Ao longo de todos esses anos, Suzana tem trabalhado com vários parceiros entre instituições públicas, privadas e empresas, fomentando a leitura, o livro e a literatura no país.