ENCONTRO MARCADO    
VÍDEO    PERFIL    BIO    OBRA    EXCERTO    CRÍTICA 
LYGIA FAGUNDES TELLES

"Vejo minha vida e obra seguindo trilhos tão paralelos e tão próximos que podem (ou não) se juntar lá adiante. Mas quando me estendo demais nessas respostas, pulo de um trilho para outro, misturo a realidade com o imaginário e acabo por fazer ficção em cima da ficção. Talvez eu nem perceba quando a memória vira imaginação."

Fragmento de depoimento da autora feito em 1993 na Sorbonne, em Paris, e de declaração ao jornalista Paulo Roberto Pires, recolhidos por Silviano Santiago em ensaio escrito pelo mesmo para Cadernos de Literatura Brasileira.