ENCONTRO MARCADO    
VÍDEO    PERFIL    BIO    OBRA    CRÍTICA 
WALMOR CHAGAS

Walmor de Souza Chagas nasceu em 28 de agosto de 1930, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. É filho de Noé Chagas e Adyles de Souza Chagas.

Estreou como ator em sua cidade natal, em 1947, no Teatro dos Estudantes, onde permaneceu até 1952, quando foi para São Paulo, sendo contratado pelo Teatro Brasileiro de Comédia em fins de 1954.

Foi casado com Cacilda Becker com quem fundou a Companhia de Teatro Cacilda Becker em 1958. Desse casamento tem uma filha, Maria Clara Becker Chagas. Com o Teatro Cacilda Becker excursionou por vários estados e esteve em Montevidéu e Lisboa.

Em 1960, no Festival das Nações, apresentou Pega Fogo, de Jules Renard. Em 1966, ganha o Prêmio Molière com a peça Quem tem medo de Virgínia Wolf?

Em 1970, pelo seu desempenho em Hamlet, passou a integrar a lista dos monstros sagrados do teatro brasileiro. Dessa época até 1985 atuou em inúmeras peças e apresentou espetáculos solo de poesia (Camões, Nosso Contemporâneo, A Partilha, Os Portugueses, Labirinto, Balanço de Vida e Encontro com Fernando Pessoa).

Em 1988, construiu o Teatro Ziembinski voltado para autores nacionais (Herbert Daniel, Escobar, André Ervilha, as correspondências de Mario de Andrade com Carlos Drummond de Andrade, etc.).

Em 1990, apresenta Senhorita de Tacna (Vargas Llosa), no Teatro de Arena. De 91 a 96 participou de várias novelas da TV Globo, entre as quais Sonho Meu (1994) e Salsa e Merengue (1996).

Em janeiro de 99, estréia a peça Um Equilíbrio Delicado (Edward Albee), no Centro Cultural Banco do Brasil. Ainda nesse ano inaugura a Pousada da Pedra em Guaratinguetá e começa a construção de um teatro ao ar livre.