ENCONTRO MARCADO    
VÍDEO    PERFIL    BIO    OBRA    CRÍTICA 
LUIZ CARLOS LACERDA

Onde a terra começa, 1965 (assistente de direção de Ruy Santos).
El Justiceiro, 1966 (assistente de direção de Nelson Pereira dos Santos).
Fome de amor, 1967 (assistente de direção de Nelson Pereira dos Santos).
Azyllo muito louco, 1969 (assistente de direção de Nelson Pereira dos Santos).
Como era gostoso o meu francês, 1970 (assistente de direção de Nelson Pereira dos Santos).
Quem é Beta?, 1972 (assistente de direção de Nelson Pereira dos Santos).
O amuleto de Ogum, 1973 (assistente de direção de Nelson Pereira dos Santos).
A máscara da traição, 1969 (assistente de direção de Roberto Pires).
Panorama do cinema brasileiro, 1968 (assistente de direção de Jurandyr Noronha).
Carmem Santos, 1969 (assistente de direção de Jurandyr Noronha).
70 anos de Brasil, 1970 (assistente de direção de Jurandyr Noronha).

Curtas-metragens

O Enfeitiçado, 1968 (sobre o escritor Lucio Cardoso).
Angelo Agostini, 1968.
Conversa de botequim, 1970 (com João da Bahiana, Donga e Pixinguinha).
Nelson filma – a trajetória do cinema independente no Brasil, 1971.
O sereno desespero, 1972 (uma antologia dramatizada de poemas de Cecília Meireles).
O homem e sua hora, 1972 (uma antologia de poemas de Mário Faustino).
Briga de galos, 1978.
Dor secreta, 1980 (sobre Ernesto Nazareth).
O acendedor de lampiões, (ficção a partir de um poema de Murilo Mendes).
Trilhos urbanos, 1980 (documentário sobre o bairro de Santa Tereza).
Entre sem bater, 1988 (sobre o humorista Aparicio Torely, o barão de Itararé).
Os heróis sem agá, 1990 (uma série de 30 filmes com bonecos de manipulação).

Documentários sobre os artistas plásticos
Vatenor, 1990.
Júlio Paraty, 1991.
Tanto que a gente gostava dele, 1992 (sobre o poeta Walmir Ayala).
Antonio Parreiras e Quirino Campofiorito, 1994.
Documentários sobre o Museu de Arte Moderna do Rio e sobre o Centro Cultural Banco do Brasil, (1996).

Longas-metragens

Mãos Vazias, 1972.
O principio do prazer, 1978.
Leila Diniz, 1987.
For All, O Trampolim da Vitória, 1998.

Outros trabalhos

Dirigiu e roteirizou cerca de 15 vídeos para a Secretaria da Cultura de Niterói, entre 1994 e 1996; diversos institucionais para a Secretaria da Cultura do Estado do Rio de Janeiro em 1994; e de 1995 a 1996 dirigiu diversos programas para a MultiRio, empresa vinculada à Secretaria de Educação do Município do Rio de Janeiro, exibidos na TVE e TV Bandeirantes.

Foi produtor executivo, professor e membro do Conselho de Direção da Escola Internacional de Cinema (Cuba) de 1992 a 1993, onde ministra todos os anos uma Oficina de realização.

Bibliografia

Poesia / Antologias
Novos Poetas, Ed. São José, 1960.
A novíssima poesia brasileira, Ed. Cadernos Brasileiros, 1965.
Poetas novos do Brasil, Ed. MEC, 1970.
Poemas do amor maldito, Ed. Brasília, 1992.

Biografia

Leila Diniz, Ed. Record, 1987.