ENCONTRO MARCADO    
VÍDEO    PERFIL    BIO    OBRA    CRÍTICA 
FERNANDA MONTENEGRO

Livro
Viagem ao outro: sobre a arte do ator. Rio de Janeiro: MinC/Fundacen, 1988.

Teatro
Os dois sargentos. Paróquia de São Sebastião, Jacarepaguá (RJ), 1938.
Nossa Natacha. Faculdade de Direito do Largo de São Francisco (SP).
Alegres canções nas montanhas. Teatro Copacabana (RJ), Ester Leão, 1950.
Loucuras do Imperador. Teatro Serrador (RJ), Paulo Magalhães, 1952.
Está lá fora um inspetor. Teatro Serrador (RJ), João Villaret, 1952.
Jezebel.Teatro Copacabana (RJ), Henriette Morineau, 1953.
A cegonha se diverte. Teatro República (RJ), Henriette Morineau, 1953.
Mulheres feias. Teatro Copacabana (RJ), Henriette Morineau, 1953.
Daqui não saio. Teatro República (RJ), Henriette Morineau, 1953.
O canto da cotovia. Teatro Maria Della Costa (SP), Gianni Ratto, 1954.
Com a pulga atrás da orelha. Teatro Maria Della Costa (SP), Gianni Ratto, 1955.
A moratória. Teatro Maria Della Costa (SP), Gianni Ratto, 1955.
Mirandolina. Teatro Maria Della Costa (SP), Ruggero Jacobbi, 1955.
A ilha dos papagaios. Teatro Maria Della Costa (SP), Gianni Ratto, 1955.
Manequim. Teatro Maria Della Costa (SP), Eugênio Kusnet, 1956.
Divórcio para três. Teatro Brasileiro de Comédia (SP), Ziembinski, 1956.
Eurídice. Teatro Brasileiro de Comédia (SP), Gianni Ratto, 1956.
Nossa vida com papai. Teatro Brasileiro de Comédia (SP), Gianni Ratto, 1956.
Os interesses criados. Teatro Brasileiro de Comédia (SP), Alberto D’Aversa, 1957.
Rua São Luís 27/8º. Teatro Brasileiro de Comédia (SP), Alberto D’Aversa, 1957.
A muito curiosa história da virtuosa matrona de Éfeso. Teatro Brasileiro de Comédia (SP), Alberto D’Aversa, 1958.
Vestir os nus. Teatro Brasileiro de Comédia (SP), Alberto D’Aversa, 1958.
Panorama visto da ponte. Teatro Brasileiro de Comédia (SP), Alberto D’Aversa, 1958.
Pedreira das almas. Teatro Brasileiro de Comédia (SP), Alberto D’Aversa, 1958.
O mambembe. Teatro Municipal (RJ), Gianni Ratto, 1959.
A profissão da Sra. Warren. Teatro Copacabana (RJ), Gianni Ratto, 1960.
Cristo proclamado. Teatro Copacabana (RJ), Gianni Ratto, 1960.
Com a pulga atrás da orelha. Teatro Ginástico (RJ), Gianni Ratto, 1960.
Os ciúmes de um pedestre ou o terrível capitão-do-mato. Teatro Maison de France (RJ), Gianni Ratto, 1961.
O beijo no asfalto. Teatro Ginástico (RJ), Gianni Ratto, 1961.
Apague meu spotlight. Teatro Municipal (SP), Gianni Ratto, 1961.
O homem, a besta e a virtude. Teatro Maison de France (RJ), Gianni Ratto, 1962.
Mary, Mary. Teatro Copacabana (RJ), Adolfo Celi, 1963.
Mirandolina. Teatro Ginástico (RJ), Gianni Ratto, 1964.
A mulher de todos nós. Teatro Santa Rosa (RJ), Fernando Torres, 1966.
O homem do princípio ao fim. Teatro Santa Rosa (RJ), Fernando Torres, 1966.
A volta ao lar. Teatro Gláucio Gil (RJ), Fernando Torres, 1967.
Garcia Lorca vivo. Teatro Municipal (SP), 1968.
Marta Saré. Teatro São Pedro (SP), Fernando Torres, 1969.
Plaza Suíte. Teatro Copacabana (RJ), João Bethencourt, 1970.
Oh! Que belos dias!. Teatro Maison de France (RJ), Ivan de Albuquerque, 1970.
O marido vai à caça. Teatro Senac (RJ), Amir Haddad, 1971.
Computa, computador, computa. Teatro Santa Rosa (RJ), Carlos Kröeber, 1971.
O interrogatório. Teatro Gláucio Gil (RJ), Celso Nunes, 1972.
Seria cômico... se não fosse sério. Teatro Maison de France (RJ), Celso Nunes, 1973.
O amante de Madame Vidal. Teatro Maison de France (RJ), Fernando Torres, 1973.
A mulher de todos nós. Teatro Glória (RJ), Fernando Torres, 1975.
A mais sólida mansão. Teatro Glória (RJ), Fernando Torres, 1976.
É... Teatro Maison de France (RJ), Paulo José, 1977.
Assunto de família. Teatro Ginástico (RJ), Paulo José, 1980.
As lágrimas amargas de Petra von Kant. Teatro dos Quatro (RJ), Celso Nunes, 1982.
Fedra. Teatro de Arena (RJ), Augusto Boal, 1986.
Dona doida. Teatro Delfin (RJ), Naum Alves de Souza, 1987.
Suburbano coração. Teatro Clara Nunes (RJ), Naum Alves de Souza, 1989.
Dona doida, um interlúdio. Teatro Ruth Escobar (SP), Naum Alves de Souza, 1990.
Da Gaivota. Daniela Thomas, 1998.

Televisão
Retrospectiva do teatro universal, Retrospectiva do teatro brasileiro, Participou, também, de programas policiais e apresentou recitais. TV Tupi, 1951 a 1953.
Grande teatro da Tupi. TV Tupi (SP),
1953 a 1954
Mensagem sem rumo, João Gabriel Bockman, As pequenas raposas, Jezebel, A mulher sem alma, A consulta, Pena ser só ladrão. 1955
Grande teatro da Tupi. TV Tupi (RJ), 1956 a 1965
De braços dados, Romeu e Geannett, Ciclone, Helena, Pequenas raposas, Feliz Ano Novo. 1956
À margem da vida, Madame Bovary, A herdeira, Eu soube amar, Monsieur Lambertier, Vestir os nus, João Gabriel Bockman, Senhora, A família Barret, Deslumbramento, A noite tudo encobre, Eugênia Grandet
Kate, Tempestade e água benta, Coronel Chaubert, Cenas da vida boêmia, Carolina, Ernesto de Tal, A casa da sete torres, Em cada coração um pecado, Bom dia, tristeza e A pata da gazela
. 1957
Adolescência, O eterno marido, Werther, Leito nupcial, Week-end, Breve encontro, Depressa, uma bicicleta, por favor, O torniquete, O céu está à venda, Ternura, Madrugada de sangue, A casa de Bernarda Alba, Jane Eyre, O jogador, Cândida, Paiol velho, Ralé, Iaiá Garcia, Por uma noite de amor, Meu reino por um amor, O anúncio feito a Mário. 1958
Divórcio para três, Pais e filhos, O pão da vida, Vivendo em pecado, Lucíola, O primo Basílio, Viagem para bonança, Cláudia, Mayerling, Ingenuidade, Não saia de casa, Angelina, O castelo do homem sem alma, A estranha passageira, As medalhas da velha senhora, Assunta Spina, Um drama em três atos, História de uma consciência, O sedutor, Floradas na serra, Pecado de amor, Adorável Julia, O pai Goriot, A canção do berço. 1959
Grande teatro Tupi (este programa passa para a TV Rio em 1960).
Tensão em Xangai, Edda Gabler, O cordão, O comediante, Demônio familiar, Esses fantasmas, O caso Maurizius, A morte ronda o alfabeto, O living-room, O leque de Lady Windermare, Cara ou coroa, Os amantes de Verona, Antígona, O macaco do vizinho, Frankel, A escada em espiral, Chá e simpatia, Mensageiro do diabo, As cartas de Madalena, Terras do sem-fim, Chuva, Desejo, Diva, O anjo de pedra, O dilema de um médico, Uma criança que nasce. 1960
A história do herói, Tovarich, Anna Karenina, Assim é, se lhe parece, Orgulho e preconceito, Tio Vânia, A malvada, O telescópio, Esquina do pecado, Treze à mesa, O dote, Cavalaria Rusticana, Santa Marta Fabril, Colunas do templo, Gonzaga ou a Revolução de 30, O terno de sarja azul, Amor sem despedida, Marty, O boi e o burro a caminho de Belém. 1961
Helena fechou a porta, Dona Leonor Telles, Anastácio Boabtil, Genro de muitas sogras, Tempestade na rua Sycamore, Humilhados e ofendidos, Diálogo das carmelitas, Laura e o tempo, Contos fora de moda, Os filhos de Eduardo, A bruxa, Jogo no escuro, A herança, Os ciúmes, Três Anas e três Josés. 1962
Seis personagens à procura de um autor, Apartamento sem luvas, Tempestade em setembro, Trinta milhões, Espiritismo em casa velha, A dama do cachorro, Esta noite é nossa, Não estamos sós, Vestido de noiva, A casa em ordem, Carlota, Um dia como todos os outros, Precisa-se de um filho, Assim falou Freud, Terras do sem-fim, O telescópio, Onde vais, Isabel?, Stela Dallas, Rumena, Ciúme em família, A visita da velha senhora. 1963
Um amanhecer para a glória, Três faces de Eva, Cartas do poeta, 24 hs na vida de uma mulher, Papai Joseph, O barquinho de papel. 1964
Grande teatro Tupi (este programa passa para a TV Globo em 1965)
A noite de 16 de janeiro, Abaixo o divórcio, Dois mortos e um vivo. 1965

Telenovelas
A morta sem espelho TV Rio, 1963
O tronco do ipê TV Rio, 1963
O retrato TV Rio, 1963

1965
Calúnia, TV Tupi (SP).

1968
Redenção, TV Excelsior (SP).
A muralha,TV Excelsior (SP).
Sangue do meu sangue, TV Excelsior (SP).

1971
A cotovia, TV Tupi (SP).

1973
Medéia, TV Globo (RJ).

1979
Cara a cara, TV Bandeirantes (SP).

1981
Baila comigo, TV Globo (RJ).
Brilhante, TV Globo (RJ).

1983
Guerra dos sexos, TV Globo (RJ).

1986
Cambalacho, TV Globo (RJ).

1990
Rainha da sucata, TV Globo (RJ).
Todas as mulheres do mundo, TV Globo (RJ).
Riacho doce, TV Globo (RJ).

1999
Auto da Compadecida, TV Globo (RJ).

Cinema

A falecida, 1964, Leon Hirszman.
Em família, 1970, Paulo Porto.
Marília e Marina, 1977, Luiz Fernando Goulart.
Tudo bem, 1977, Arnaldo Jabor.
Eles não usam black-tie, 1980, Leon Hirszman.
A hora da estrela, 1985, Suzana Amaral.
Trancados por dentro, 1988, Arthur Fontes (curtametragem).
O que é Isso Companheiro, 1997, Bruno Barreto.
Central do Brasil, 1997, Walter Salles Jr.