ENCONTRO MARCADO    
VÍDEO    PERFIL    BIO    OBRA    EXCERTO    CRÍTICA 
ADÉLIA PRADO

13 de dezembro de 1935 – nasce a escritora Adélia Luzia Prado de Freitas, em Divinópolis, Minas Gerais, filha de João do Prado Filho e Ana Clotildes Correia.

Década de 70 – licencia-se em Filosofia, pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Divinópolis, hoje denominada INESP (Instituto de Ensino Superior e Pesquisa/MG).

1976 – publicado seu primeiro livro de poesia, Bagagem.

1978 – recebe o Prêmio Jabuti, concedido pela Câmara Brasileira do Livro (SP) pela publicação de O Coração disparado, editado pela Nova Fronteira.

1985 – participa, em Portugal, do Encontro de Escritores Brasileiros e Portugueses. E também do II Encontro de Intelectuais por la Soberania de Los Pueblos de Nuestra América, em Havana (Cuba).

1988 – participa nos Estados Unidos (Nova Iorque e diversas universidades) do Programa de Estudos Latino-americanos.

1989 – participa na Alemanha (Berlim) do evento "La Línea Colorada".

1990 – The Alphabet in the Park – seleção de poemas com tradução de Ellen Watson, publicada por Wesleyan Press, Midlletown, Connecticut, USA.

1991 – publicação de Poesia Reunida, pela editora Siciliano, juntamente com re-edições de Solte os cachorros e Cacos para um vitral.

1994 – traduzido para o espanhol por Fernando Noy e Cláudia Schwartz e publicado na Argentina o livro O Coração disparado, pela editora Leviatán.

1998 – escreve dois livros. Um de poesia (no prelo) que será provavemente publicado com o título Oráculos de Maio; e outro, de prosa, ainda sem título.