ENCONTRO MARCADO    
VÍDEO    PERFIL    BIO    OBRA    EXCERTO    CRÍTICA 
MARCIO SOUZA

"(...) Pessoalmente, como escritor, estou comprometido com a transformação da sociedade. Não exijo que nenhum outro escritor me imite ou siga o que penso, mas não quero ser um Flaubert da vida, que viveu na época da Comuna de Paris e não soube que ela aconteceu. (...) Eu misturo muito a minha atividade de escritor e de cidadão, coisa que também não exijo dos outros colegas. Acho que é uma opção do escritor, que a sua tarefa é de cada vez mais fornecer dados sobre a realidade que nós vivemos, fortalecer a luta pela paz, fortalecer a luta pela transformação do país, fornecer dados, através do prazer lúdico da literatura, para o conhecimento do país. Essa é a minha tarefa (...)."
Entrevista realizada no Auditório Paul Garfunkel, da Biblioteca Pública do Paraná, no dia 25 de março de 1985.